Invenções

Biobomba: Tipo de tecnologia das fadas onde é instalada uma bomba no local desejado, mas não é uma bomba comum: a biobomba só detona os seres vivos. Por exemplo,se a LEP jogasse uma biobomba na Mansao Fowl, todos que estivessem dentro iriam morrer, porém a mansão continuaria a existir.

Neutrino: Principal arma dos agentes da LEP. Tem bateria nuclear e portanto, não precisa ser recarregada. No primeiro livro é utilizada a versão 2000, no segundo, a 2000 melhorada por Opala Koboi. Somente no quarto livro Potrus surge com a versão 3000, muito mais eficiente. Lança jato raio iônico concentrado de cor azul. As Neutrinos não são armas letais, são capazes apenas de atordoar por um curto tempo seus alvos.

+infos: Neutrino 2000: Arma leve. Dura milênios. Três ajustes, chamuscado, bem passado e carvão. / Só perde para a arma multifase de três canos e resfriada a água: Pistola mais poderosa sob o mundo.

Cubo V: Supercomputador criado por Artemis Fowl com tecnologia roubada do povo das fadas, mais especificamente dos capacetes de um Esquadrão de Resgate da LEPRecon comandado por Encrenca Kelp e derrotado por Butler. O segredo o Cubo é um Onisensor, capaz de ler qualquer informação de qualquer origem. Artemis chantageou o milionário americano Jon Spiro para segurar o Cubo fora do mercado por dois anos, tempo suficiente para Jon vender as ações de sua empresa. Spiro acabou roubando o Cubo, causando os acontecimentos descritos em O Código Eterno.

Torres de Parada Temporal: Uma tática antiga das criaturas do povo das fadas, é utilizado para desconectar uma área do resto do mundo, parando o tempo nesse local. Normalmente feita durante a noite, evitando que o Povo das Fadas seja visto por outros humanos. Antigamente, as paradas temporais eram realizadas por cinco feiticeiros elfos alinhados para formar um pentagrama, deixando o alvo no centro. Essas paradas temporais duravam pouco, pois os feiticeiros tinham que ir no banheiro ou competiam uns com os outros. Atualmente o centauro Potrus patenteou as Torres de Parada Temporal, cujas baterias armazenam a capacidade de parada temporal de vários feiticeiros, estendendo sua duração até o máximo de oito horas. O estado de consciência no qual você entra no campo temporal é mantido até que ele se rompa, caso você esteja acordado não poderá dormir, caso esteja dormindo não acordará.

Elevadores de pressão: Os elevadores eram alimentados por colunas gasosas que vinham do centro da Terra, ligando o Povo com a superfície.

Os técnicos da LEP, sob orientação de Potrus, tinham feito ovos de titânio (casulos) com motores próprios que podiam navegar nas correntes de lava. Mas nada era melhor que uma explosão de magma para uma subida expressa até a superfície.

Na época do Comandante Raíz, havia casulos mais simples, sem elegantes cintos de polímero, nem lançadores automáticos e monitores externos. Era apenas instinto e um toque de feitiço.

+infos: Uma viagem má sucedida pode causar morte na pior das hipóteses, no melhor das hipóteses a criatura pode bater a cabeça e sair o Q.I. reduzido. / Força “MACH 2” / Havia túneis ilegais.

Asas: Devido a permanência por séculos no subterrâneo, as criaturas do Povo não desenvolvem mais asas naturais, por isso Potrus inventou modelos para substituí-las.

Modelo Libélula: Mais antigo e pesado, tem motor a gasolina.

Modelo Beija-Flor Z7: Modelo atual, mais silencioso e funciona com bateria solar refletida por satélite.

Luômetro: Relógio do Povo.

Scópios: Rastreadores colocados em satélites de comunicação americanos

Localizador: Relógio de pulso retangular. GPS, mapeia pontos mágicos.

Uniforme da LEP: Bobina térmica, protegia dos elementos.

CURIOSIDADES

Suco de urtiga: café da manhã, alimento.

Cigarro de fungo: Muito consumido pelo Comandante Raíz